quarta-feira, 4 de maio de 2011

"Meu carro não pega de manhã o que faço"



Meses  frios chegou, e sempre atendo ocorrencias como essa "meu carro flex não quer pegar de manhã"


È BOM SABER: Antes tínha-mos os motores ciclo Otto funcionando com gasolina (taxa de compressão aproximada 9:1) e depois vieram os motores funcionando com álcool combustível (taxa de compressão aproximada 13:1). agora esta na moda  carro flex que funcionam com gasolina ou   álcool em qualquer proporção, com taxa de compressão intermediária.  



Um motor a gasolina não precisa de uma temperatura ambiente muito elevada para dar partida. Já a do álcool, para iniciar a combustão é de aproximadamente 25°C. Sabendo que o Brasil possui variações de 0°C a 40°C, altitudes de um a mais de 1000m, assim como a mais diversa umidade relativa do ar, o desafio dos engenheiros das montadoras foi, então, desenvolver uma programação que atenda a todas estas variáveis, somados as características físicas fixas dos motores.
Qual a temperatura ideal para que o sistema comece a injetar gasolina?
quando o tanque estiver abastecido com mais álcool do que gasolina e, como fazer o sistema identificar que tipo de combustível predomina no tanque, para assim ordenar o funcionamento ou não do sistema auxiliar de partida à frio?
 A unidade de comando pode fazer isto passo-a-passo  a cada instante. O momento do abastecimento do veículo é o instante onde todo o aprendizado deve ser iniciado, pois a escolha do combustível (ou a mistura) poderá ser em incontáveis proporções. Por sua vez  á unidade de comando reconhece este momento a partir da subida do ponteiro do medidor de nível do tanque  o sensor de nível.
Por este motivo,  é preciso deixar o motor  ligado por pelo menos 15 minutos sempre que ouver a troca  de combustível, antes de desligar o carro, para que á unidade de comando reconheça a mistura e adote  uma  estratégia de funcionamento na próxima partida. Ao adotar este procedimento, elimina-se um dos problemas frequentes da dificuldade de partida à frio. 
Qual a temperatura ideal para que o sistema comece a injetar gasolina? A resposta: aproximadamente 25°C. Então por que as montadoras programam os sistemas para valores muito mais baixos? O VW Fox começa apenas aos 17°C, e isso se o carro estiver abastecido 100% com álcool, pois, se o sistema acusa um percentual de gasolina, essa temperatura cai e, dependendo da quantidade de gasolina, não é o suficiente para ajudar o carro a pegar quando está frio.
A única resposta que me vem à mente é proporcionar economia ao dono do veículo. Fazer o sistema injetar mililitros de gasolina sempre que a temperatura for inferior a 25°C representa ter de abastecer o reservatório de gasolina com mais frequência. Adotar essa estratégia vai afogar o carro? Não, pois a quantidade de gasolina injetada é mínima. Então, a escolha foi pela economia.
Assim, não é de se estranhar que o carro apresenta dificuldade em dar partida à frio quando a temperatura ambiente está em 19°C ,20°C, 21°C ou 22°C, pois nestas situações, a partida à frio não entra em funcionamento. Ai, a gasolina fica no reservatório de gasolina, oxidando ( podre) até virar uma goma e entupir as mangueiras do sistema de partida à frio, além, do mais encharcar as velas e perder as propriedades de combustão.

DICA: Recomendo que os proprietários abasteçam seus veículos flex sempre com 40% de gasolina e 60% de álcool durante os meses mais frios para que não tenha problemas  como esse"Meu carro não pega de manhã o que faço" Sempre é bom ligar o contato e deixar um tempo mínimo de 2 a 3 segundos, antes funcionar o motor para que a unidade de comando tenha tempo de interpretar todo o ambiente externo e saber que está frio e que a estratégia de funcionamento deverá ser diferente para aquele momento.
Se o seu veículo  possuem um volumoso reservatório de partida a frio, com capacidade superior a 600 ml de gasolina. Para este caso,  utilize sempre gasolina Podium da petrobrás ela tem uma validade de 6 meses a única no mercado resistente a esse período.

5 comentários:

carlosecoflex disse...

Oi Dr boa noite, possuo um ecosport 2007 flex e atualmente estou usando apenas alcool para ver o consumo dentro da cidade, porém observo q pela manha o sistema de partida a frio nao injeta gasolina, pelo que pude entender mesmo estando utilizando 100 % de álcool o sistema de partida a frio só entrará em funcionamento quando estiver apenas uma determinada temperatura minima ? No caso do ecosport saberia me informar qual é esta temperatura minima para que este sistema entre em funcionamento. Grato e fico no aguardo,sds, carlos

Anônimo disse...

BOA NOITE ESTOU COM UM PROBLEMA EM UMPALIO FIRE 1.0 8V 2002 CHEGOU NA OFICINA RAJANDO O MOTOR E CORTANDO COMO SE FOSSE COMBUSTIVEL , COLOQUEI O APARELHO E ACUSOU O SENSOR DE ROTAÇAO, TROQUEI MAS NAO RESOLVEU , QUANDO LIGA A CHAVE NAO ACENDE A LIUZ DA INJEÇAO E QUANDO CORTA ACENDE A LUZ DA INJEÇAO E DA TEMPERATURA , FICAM PISCANDO ALTERNADAMENTE, VERIFIQUEI TODOS OS PONTOS DE ATERRAMENTO , TROQUEI O SENSOR DE TEMPERATURA , AS VELAS E NADA, AGORA COLOQUEI O APARELHO E ACUSOU CORPO DA BORBOLETA , MAS ESTOU COM MUITA DUVIDA .POR FAVOR TEM ALGUMA DICA.

Anônimo disse...

QUALQUE INFORMAÇAO SOBRE A POSTAGEM ANTERIOR POR FAVOR MANDE EMAIL PARA vtmatsumoto@hotmail.com.

Anônimo disse...

Bom dia.
Tenho um corsa sedan 2001. Há um pouco mais de duas semanas, ele começou a cortar a gasolina somente pela manha e após percorrer uns 2km.
Isso só acontece pela manha. Já troquei bomba de gasolina, já limpei os bicos, já troquei um monte de peça do motor e o problema é o mesmo.
Eu ligo ele pela manha, ando uns dois Km e ele corta a gasolina. Fico girando a chave até ele funcionar, depois ele corta de novo. Isso por uns 10 a 20 minutos. Depois ele pega e não da mais problema o resto do dia.
O que pode ser?

Anônimo disse...

oi dr boa noite, tenho um monza 89 a alcool 2.o carburado, alguns dias ele cisma de ñ pegar, arreia a bateria mais ñ pega,as vezes até no tranco é dificil, o que faço.